Notícias

< voltar
12/Out/2017 - 00:00 - Atualizado em 11/Out/2017 - 15:04

UFMG insere estudantes no universo da pesquisa

Programa de Iniciação Científica permite que jovens do ensino médio participem de projetos da universidade


Por Redação Belo Horizonte
Trabalhos estão expostos no Centro de Atividades Didáticas 1, da UFMG
Crédito: Raíssa César/UFMG

Escolher como começar a carreira profissional não é uma missão fácil e muitos jovens tomam essa decisão sem ter um projeto a longo prazo bem elaborado. Diante disso, o Programa de Iniciação Científica Júnior (IC Jr.), da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), se apresenta como uma excelente oportunidade para estudantes do ensino médio experimentarem a atuação como pesquisador bem antes de iniciar uma graduação.

Com o programa, jovens mineiros podem participar de projetos científicos e desenvolver trabalhos junto à UFMG, estimulando o desenvolvimento do pensamento analítico, do senso crítico e da criatividade científica. Além disso, a iniciação científica é uma maneira de o jovem se inserir em áreas de conhecimento antes de decidir qual graduação cursar e, quem sabe, optar por seguir atuando como pesquisador.

Para promover o Programa de Iniciação Científica Júnior, a UFMG está expondo mais de 100 trabalhos realizados por estudantes na forma de pôsteres no Centro de Atividades Didáticas 1 (CAD 1), que serão avaliados por um comitê externo. Eles concorrerão a premiações no último dia da 26ª Semana do Conhecimento da UFMG, no dia 20 de outubro.

A Iniciação Científica Júnior, antes alocada no Colégio Técnico (Coltec), passa agora a compor o programa institucional de iniciação científica, gerenciado pela Pró-reitoria de Pesquisa (PRPq) da UFMG. Para as próximas etapas, a ideia é fortalecer e ampliar o alcance da iniciativa, envolvendo as outras pró-reitorias acadêmicas.

Clube de Ciência

Neste ano, o Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFMG trouxe para o Brasil o projeto Clube de Ciência, que teve origem na Universidade de Harvard com objetivo de inserir estudantes do ensino médio no universo da ciência e da inovação. As atividades são orientadas por pesquisadores de várias unidades da UFMG e de Harvard, com apoio de estudantes de graduação e da pós-graduação.

#educação#pesquisa#ciência#ensinomédioFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.