Notícias

< voltar
02/Mar/2017 - 14:18 - Atualizado em 03/Mar/2017 - 06:53

Vale do Silício tem primeira universidade sem professores

Alunos são avaliados pelos colegas e escolhem os conteúdos que desejam cursar


Por Franco Serrano/Simi Belo Horizonte

A 42 é a primeira universidade sem professores do mundo e foi inaugurada recentemente no Vale do Silício, na Califórnia, local onde nasceram empresas como Uber, Airbnb e Facebook.

Segundo o Startse, o modelo de ensino adotado pela universidade, criada pelo empreendedor Xavier Niel, combina ensino colaborativo e aprendizagem por projetos. Os alunos escolhem projetos, recebem ajuda dos colegas e buscam informação em fontes de pesquisas gratuitas disponíveis na internet. As avaliações são feitas pelos próprios colegas, escolhidos de forma aleatória.

A formatura dos alunos acontece quando eles atingem o nível 21 de desenvolvimento dentro do programa, que tem sua progressão semelhante às fases de um jogo. O prazo para formatura varia entre 3 e 5 anos.

Os criadores da universidade acreditam que o modelo de aprendizado que propõem seja melhor do que o método tradicional, que coloca os alunos numa posição passiva. Ou seja, eles esperam receber o conhecimento, ao invés de ir atrás dele.

O Startse tem um programa educacional exclusivo para quem quer se aventurar pelo Silicon Valley. Clique aqui para saber mais. 

#valedosilicio#encontroparainovação#faculdade#semprofessorFavoritar

Comentários

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores, não serão aceitas mensagens com ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência. Clique aqui para acessar a íntegra do documento que rege a política de comentários do site.